Carta aos estudantes da PUC-SP

No dia 18 de novembro de 2010, cerca de 200 estudantes votaram em assembléia pela ocupação da reitoria da PUC-SP.

Tendo esgotado todas as formas de diálogo através de atos, debates, movimentos culturais, Audiência Pública e mais de 2500 assinaturas recolhidas como um ato de reivindicação legítima dos estudantes, todas elas ignoradas pela reitoria, vimos a ocupação como necessária e mais um instrumento de manifestação frente à intransigência da reitoria e Fundação São Paulo.

Valorizamos a coragem e o apoio de todos que ousaram lutar pelas demandas da comunidade. A ocupação de 2010 foi um marco na historia da nossa universidade. Em meio a um contexto de apatia diante dos rumos da PUC-SP, o processo de ocupação conseguiu reacender o protagonismo estudantil responsável, coerente e combativo, a ponto de reunir mais de 600 estudantes em assembleias e colocar o debate sobre acesso e permanência na universidade de volta aos corredores da PUC.

Na noite do dia 20, frente à constante ameaça de invasão da polícia, o movimento unido dos estudantes decidiu em assembleia geral pela desocupação estratégica da reitoria, se negando a legitimar e naturalizar a entrada da tropa de choque na universidade e zelando pelo fortalecimento do movimento estudantil.

A ocupação não é um fim em si, mas sim um meio de buscar a abertura de vias de diálogo.   A Fundação São Paulo, ao ignorar diversas propostas de negociação, reafirma sua posição de não dialogar com a comunidade, e o movimento, ao optar pela desocupação, continua acreditando na possibilidade de negociação.

Acreditamos que a desocupação da reitoria não significa o fim da luta pela redução das mensalidades, e sim o avanço das pautas do movimento estudantil da PUC SP. Daremos continuidade à campanha  e fazemos um chamado a todos os estudantes para mantermos viva a mobilização pela redução das mensalidades!

 

3 Respostas para “Carta aos estudantes da PUC-SP

  1. Quem escreveu esse lixo?

  2. “se negando a legitimar e naturalizar a entrada da tropa de choque na universidade e zelando pelo fortalecimento do movimento estudantil.”, Imaginando que todos estes que escreveram estavam na assembléia, acredito que tenha ficado suficientemente claro (para alguns) que a naturalidade ou legitimidade da entrada da tropa de choque na PUC, seria por parte daqueles que, por sua vez, fizeram uso desse artifício repressor.
    Na minha opnião, fortalecer o movimento estudantil, vista a atual situação do mesmo (sendo eu também membro), significa mais do que simbolismos de união, SOMOS UM MOVIMENTO, QUANDO NOS UNIMOS E MOVIMENTAMO-NOS PARA O MESMO LADO. Sendo assim, considero que o fortalecimento do movimento estudantil puquiano, depende única e simplesmente da continuidade da luta atual em pauta: a REDUÇÃO DAS MENSALIDADES. Observando tbm a grande potencialidade dessa “bandeira” ao passo de que toca a TODOS os estudantes da P.U.C.! E não consigo aceitar “calmamente” quando pessoas do movimento (não usarei “companheiro”, poq isso é claramente contra qualquer tipo de COMPANHEIRISMO) falam no microfone, durante a assembléia que o objetivo da ocupação “é a massificação dos estudantes” e que a vitória está representada numa assembléia relativamente cheia (em questões de espaço/pessoa, e não em proporção ao corpo estudantil).

    Primeiro, o objetivo da ocupação é, e sempre foi (vista a des-ocupação) a R-E-D-U-Ç-Ã-O- -D-A-S- M-E-N-S-A-L-I-D-A-D-E-S, simples não? Massa é o caralho! Somos um grupo de estudantes, unidos por um mesmo objetivo! Não por uma vanguarda simbólica e patética de meia dúzia que segura o microfone!
    Necessitamos de simplicidade. Focamos em um objetivo, e de pouquinho em pouquinho, vi outros interesses, outras bandeiras, e poucas vozes se repetindo, e repetindo…

    A força do movimento está em sua própria composição, visto que não há líderes, mas muitos estão a se movimentar.

    Não há líderes, para que não se possam denominar aqueles que responderão processos jurídicos, e PRINCIPALMENTE, não há líderes, poq ali não há ninguem a ser líderado, acalentado por determinada vanguarda (baseada em popularidade) simbólica ou MASSIFICADO, como foi bem audível durante a assembléia!
    Estamos unídos, mas por nossas próprias vontades, pois sabemos que unídos, somos muitos, e a mensalidade desses “muitos” está alta!
    E “muitos” (livres) focados no mesmo ponto exercem uma pressão desconhecida por alguns “zé povinho”.

    Termino falando que mesmo tendo votado contra a des-ocupação, e acreditando que poderiamos estar mais OCUPADOS com nosso OBJETIVO. APOIO totalmente a decisão tomada pelo Movimento Estudantil, afinal sendo eu parte desse M-O-V-I-M-E-N-T-O, não posso parar de movimentar-me, mas nego-me e sempre me negarei a movimentar outros e deixar que outros me movimentem!

    ATÉ A REDUÇÃO DAS MENSALIDADES!!!

    Tchau.

  3. Pstu e Psol derama mãozinha e resolveram enterrar a ocupaçãoe toda a potencialidade que ele poderia ter. Na noite de quinta dona dayana acusou pessoas de fazer terrorismo, ams aparentemente o pseudo-partido dela que fez usufruto desse metodo, não quero aqui sobrevaler a importância da pelegada, o fato de ter muito boy medroso na puc também contribui pra estrategia do terrorismo.
    Estranhamente essa semana que entra tem eleição de dce na usp, se a pelegada já faz gente da casper libero e rescucita mortos para uma eleição no cacs contra uma simples autogestão, imagino que pra usp devão ir milibobos (nada contra militantes que tem senso crítico e não deixam a ideologia cega-los, pena que é uma minoria) do estado de são paulo inteiro, quiça do braZil.
    E aí fica a questão né, pros partidos vale mais a pena aguentar o desgate de uma ocupação ou tentar ganhar a usp? (quem acertar ganha um doce)
    No mais, lavem a boca pra falar da UNE e do PCdoB, vocês são eles sem poder (e quando tem fazem a mesma merda)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s